AutoShow

Renault deve lançar SUV e linha Sandero/Logan pode receber 1.0 turbo

A Renault divulgou que produzirá um novo motor 1.0 turbo no complexo Industrial Ayrton Senna, em São José dos Pinhais, no Paraná

Novidade utilizará plataforma CMF-B e deve ter uma configuração elétrica. Por Felipe Salomão

Utilitário esportivo deve ter uma versão para sete pessoas

A Renault divulgou que produzirá um novo motor 1.0 turbo no complexo Industrial Ayrton Senna, em São José dos Pinhais, no Paraná. A marca também comunicou que fabricará modelos na plataforma CMF-B, que deve abrir espaço para um novo SUV, além de modernizar a atual gama de modelos vendidas atualmente no Brasil.

Traseira tem faróis no formato de “Y”

Um dos caminhos a ser seguido pela Renault pode ser o lançamento de mais um SUV posicionado acima do Captur baseado no conceito Bigster. Outra novidade que aliás já está sendo testada no país pode receber um nome já conhecido, Stepway, porém com base na plataforma CMF-B, que é a sua nova geração. Inclusive, a marca afirmou que essa plataforma abre caminho para um veículo ou uma versão elétrica de um carro já vendido por aqui. Isso indica que um dos SUVs, seja o Duster ou Captur, tenham versão híbrida em breve.

Modelo tem 4,60m de comprimento

Outra novidade é o motor 1.0 turbo que irá equipar modelos compactos como os próximos Logan e Sandero ou então o Stepway deixando a dupla do hatch e o sedã morrer aos poucos uma vez que a linha já está bem racionalizada no portfólio da Renault. Outro indício para essa previsão está no conceito Renaultlution de buscar segmentos de maior valor agregado tirando modelos de entrada de linha.

Modelo ganhou motor 1.3 turbo de até 170 cv

Ao produzir o novo motor e trazer uma nova plataforma, a Renault dá um passo importante para consolidar o plano Renaulution no Brasil e na América Latina.

Mas o que é o Bigster?
Em relação ao design, o crossover, que deve ser lançado por aqui é uma derivação de um conceito destinado à Dacia mas que no Brasil terá emblema Renault. O modelo tem 4,60m de comprimento (pouco mais que um Jeep Compass ou Volkswagen Taos e Toyota Corolla Cross) para-choques robustos, a grade dianteira afilada e com LEDs e traseira com faróis no formato de “Y”, assim como na dianteira. O utilitário esportivo deve ter uma versão para sete pessoas, o que o tornaria concorrente direto do Commander e, também, do Jeep Compass, uma vez que será posicionado acima do Captur, lançado no ano passado com motor turbo TCe de 1.3 litro de até 170 cv. Inclusive, neste ano o Duster também recebeu esse propulsor. Ainda não há informação sobre a motorização do Bigster.

Kwid ganhou um facelift neste ano

Vale lembrar que a Renault já havia anunciado um investimento de R$ 1,1 bilhão para os próximos anos e o lançamento de dez novos modelos dentro de três anos. Além disso, lançará a versão elétrica do Kwid, que ganhou facelift completo no Brasil no começo deste ano.

Megane elétrico será lançado neste ano no Brasil

Falando em eletrificação, a Renault vai lançar aqui o Megane E-Tech recém apresentado na Europa é possivelmente o SUV Arkana com motorização híbrida inaugurando essa solução que aos poucos tende a ser nacionalizada conforme o comunicado da Renault.

Procura um modelo da Renault? Veja no AutoShow mais de 40.000 classificados de veículos e participe dos feirões presenciais realizados todo domingo das 7h às 13h no Expo Center Norte e Shopping ABC