AutoShow

Por falta de peças, Toyota paralisa produção em Indaiatuba

Logo após informar que o Corolla seria oferecido sem a central multimídia Toyota Play, a Toyota comunicou à imprensa que paralisará a produção do sedã por falta de peças

Complexo, que fabrica o Corolla, ficará paralisado entre 13 e 22 de outubro. Por Felipe Salomão

Trabalhadores afetados pela medida ficarão de férias coletivas neste período

Logo após informar que o Corolla seria oferecido sem a central multimídia Toyota Play, a Toyota comunicou à imprensa que paralisará a produção do sedã por falta de peças. Por isso, a unidade fabril de Indaiatuba, no interior de São Paulo, terá suas atividades paralisadas entre os dias 13 e 22 de outubro. Outras marcas como a Volkswagen, a Honda, a Chevrolet e a Renault já ficaram paradas por causa da crise global gerada pela falta de semicondutores.

COROLLA XEI 2020 – o carro que não quebra e não desvaloriza é melhor que o Civic? Review COMPLETO. Veja o vídeo!

A falta destes componentes eletrônicos foi provocada pela pandemia de Covid-19, que gerou lockdows no sudeste da Ásia, o que afetou a cadeia produtiva destes equipamentos. Além disso, já começou a faltar chicotes, que também são imprescindíveis na produção de automóveis.

NOVO COROLLA REVIEW GLI – O MAIS BARATO! Veja o vídeo!

Segundo a Toyota, os trabalhadores afetados pela medida ficarão de férias coletivas neste período. O retorno da produção está programado para o dia 25 de outubro. A marca também anunciou que as fábricas em São Bernardo do Campos, Porto Feliz e Sorocaba não foram afetadas e seguem as atividades normalmente.

Procura um Toyota Corolla? Veja no AutoShow mais de 40.000 classificados de veículos e participe dos feirões presenciais realizados todo domingo das 7h às 13h no Expo Center Norte e Shopping ABC