AutoShow

Volkswagen paralisará linha de produção em Taubaté por 20 dias

O complexo industrial da Volkswagen em Taubaté, no interior de São Paulo, deve ter a linha de montagem paralisada por 20 dias

Segundo sindicato, o motivo seria por falta de semicondutores e módulos de airbag. Por Felipe Salomão

O complexo industrial da Volkswagen em Taubaté, no interior de São Paulo, deve ter a linha de montagem paralisada por 20 dias. Conforme o Sindicato dos Metalúrgicos de Taubaté e Região – Sindmetau, a fábrica está com falta de semicondutores e módulos de airbag. Por lá a empresa produz o Gol, Voyage, além do Polo Track que será fabricado na unidade.

Carros guardados no MUSEU SECRETO DA VOLKSWAGEN DESDE 0km. Veja o vídeo!

Caso isso realmente ocorra, será a segunda vez em dois meses que a companhia paralisa esta linha de montagem. O sindicato também divulgou que a falta destes equipamentos pode ser prolongada, o que faria a marca a prorrogar a pausa por mais 10 dias.

Além da companhia alemã, outras empresas também sofrem por não terem mais os semicondutores. A Chevrolet é sem dúvida a mais afetada, uma vez que adiou o retorno da fabricação do Onix e Onix Plus, que são produzidos em Gravataí, no Rio Grande do Sul, para até dia 16 de agosto. A montadora está parada desde o dia 5 de abril por falta de chips. A planta de São Caetano do Sul, na Grande São Paulo, que faz o Tracker e o Spin também foi paralisada.

BRASÍLIA ZERO QUILÔMETRO? Mais uma garagem secreta de Volkswagen e outros clássicos. Veja o vídeo!

Já a Hyundai reduziu a produção na planta de Piracicaba, no interior de São Paulo, onde teve o segundo turno suspenso entre os dias 21 e 30 de junho. É de lá que são fabricados os modelos HB20, HB20s, HB20x e Creta.

Procura um modelo da Volkswagen? Veja no AutoShow mais de 40.000 classificados de veículos e participe dos feirões presenciais realizados todo domingo das 7h às 13h no Expo Center Norte e Shopping ABC