AutoShow

Venda de usados volta a crescer mas preço da FIPE cai novamente

O mercado de usados vive momentos de altos e baixos desde a pandemia do COVID 19. Os preços que vinham subindo desde 2021 chegaram a um patamar alto em março deste ano e desde então começaram a cair

Com viés de alta nas vendas e recomposição de estoques, preço dos usados está caindo. Por Marcos Camargo Jr.

Preço subiu muito, em média 28% na pandemia e agora está recuando rápido

O mercado de usados vive momentos de altos e baixos desde a pandemia do COVID 19. Os preços que vinham subindo desde 2021 chegaram a um patamar alto em março deste ano e desde então começaram a cair.

Feirão AUTOSHOW conta com uma ampla gama de veículos expostos

Uma pesquisa a tabela FIPE, ainda referência para o mercado, mostra que só este ano a partir de abril os preços já caíram em média 16% em cinco meses. O motivo? Falta de crédito e queda na renda da população vem levando a um ajuste nos preços. E esse ajuste tem viés de baixa. “O preço subiu muito, em média 28% na pandemia e agora está recuando rápido. Os estoques das montadoras estão sendo refeitos tanto que há carro novo, do segmento de entrada, a pronta entrega que é o caso do Fiat Argo, Peugeot 208, Chevrolet Onix, é isso também contribui para reduzir o preço dos usados”, explica Leandro Ferrari, diretor Comercial do AUTOSHOW.

Em agosto os preços caíram entre 0,28% e 0,98% considerando modelos seminovos

Agosto também registrou queda
Além de recorrer à tabela FIPE, outros dados mostram essa tendência de queda. Um estudo da KBB Brasil chamado MVP, o Monitor de Variação de Preço, mostra que em agosto os preços caíram entre 0,28% e 0,98% considerando modelos seminovos. É bastante considerando que o preço do carro usado é mais alto hoje em dia.

Em agosto 968.780 unidades foram transacionadas no universo dos usados

No caso dos usados, fabricados de quatro a dez anos perderam entre -0,45% (modelos 2017) a -1,00% (modelos 2015). Carros com dez anos de uso perderam 0,82% em apenas um mês, diz a KBB. O site analisou os preços de 23 mil modelos e versões de carros do mercado para divulgar a análise.

Ferião conta com uma ampla estrutura para ajudar o vendedor e comprador

“O índice da KBB mostra a movimentação do mercado que é dinâmica e neste momento quem compra e vende precisa usar uma tabela que muda conforme as vendas acontecem. Isso temos dito nos nossos feirões para o público que gira em torno de 5.000 pessoas por domingo e mais de 1 milhão de pessoas que tem contato com as plataformas do AUTOSHOW todos os meses” diz Ferrari.

Nos feirões AUTOSHOW cerca de 7 mil veículos são anunciados todos os meses

Em agosto 968.780 unidades foram transacionadas no universo dos usados. E deste montante mais de 470 mil são carros velhinhos, com mais de 13 anos de fabricação segundo a Federação Nacional das Associações dos Revendedores de Veículos Automotores (FENAUTO). Nos feirões AUTOSHOW cerca de 7 mil veículos são anunciados todos os meses atraindo um público superior a 30 mil pessoas por mês de forma presencial em São Paulo e no ABC paulista.

Procura um carro novo? Veja no AutoShow mais de 40.000 classificados de veículos e participe dos feirões presenciais realizados todo domingo das 7h às 13h no Expo Center Norte e Shopping ABC