AutoShow

Venda de carro usado cresceu 4,5% em janeiro

De acordo com dados divulgados hoje (5) pela Fenabrave, Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores, as vendas comerciais de veículos usados, considerando todos os segmentos automotivos somados (automóveis, comerciais leves, caminhões, ônibus, motocicletas, implementos rodoviários e outros), registrou alta de 4,5% em janeiro, na comparação com o mesmo mês de 2019, somando 1.210.465 unidades, contra 1.157.776 do mesmo período do ano passado.
Na comparação com o mês de dezembro de 2019, quando foram transferidas 1.285.007 unidades, porém, houve retração de 5,8%.

Do total de automóveis e comerciais leves transacionados, os usados (de 1 a 3 anos de fabricação) representaram 5,4% das negociações realizadas em janeiro de 2020. Nesse mês, a relação entre novos e usados ficou em 5 automóveis e comerciais leves usados para cada novo, comercializado no país.

Mercado de carros novos apresentam queda em janeiro

As vendas de automóveis e comerciais leves começaram o ano de 2020 em baixa. De acordo com os números oficiais divulgados essa semana pela Fenabrave, foram emplacadas em janeiro 184.125 unidades, 3,42% a menos do que há um ano. Em relação a dezembro (251.795), a retração chegou a 26,88%. 

Importados registram queda de 2,7%

As quinze marcas filiadas à Abeifa – Associação Brasileira das Empresas Importadoras e Fabricantes de Veículos Automotores, com licenciamento de 2.408 unidades, registraram em janeiro queda de 2,7% nas vendas em comparação com o mesmo período de 2019, quando foram vendidas 2.475 unidades importadas. Em dezembro de 2019, foram comercializadas 3.379 unidades. Portanto o mês de janeiro registrou queda de 28,7% se comparado com o último mês do ano passado.

“Com o dólar acima dos R$ 4,20, não será um bom ano para os importados, porém se a economia reagir e acreditando num reposicionamento da cotação do dólar, poderemos ter um bom ano inclusive para os veículos importados”, comentou José Luiz Gandini, presidente da Abeifa.