AutoShow

Toyota admite fraude em motores diesel mas diz que modelos do Brasil não foram afetados

Escândalo envolveu uma comissão interna que apurou falhas de comunicação na validação de motores. Por Redação AutoShow

Toyota Land Cruiser é um dos modelos afetados (Toyota Divulgação)

Após a notícia de que a Toyota Industries Corporation (TICO), empresa afiliada da Toyota Motor Co teria fraudado testes de certificação de potência em motores diesel, a filial brasileira veio à publico para dizer que as irregularidades não afetam unidades destinadas ao mercado brasileiro.

Hiace com motor diesel também afetado por fraude (Toyota Divulgação)

As linhas Toyota Hilux e SW4 usam motor 2.8 turbodiesel e tem a produção concentrada na Argentina para atender os países do Mercosul. A Toyota do Brasil afirma que “esse problema não afeta nenhum veículo comercializado no Brasil”.

Hilux não foi afetada (Toyota Divulgação)

A nota da empresa justifica que “esse problema está relacionado a irregularidades no processo de certificação com base em requisitos locais em determinados países, mas não tem nenhum impacto sobre a potência real, o torque ou outros valores relacionados ao trem de força do veículo. Além disso, essas irregularidades não comprometem as emissões ou a segurança dos veículos.”

coletiva de imprensa da Toyota (CNN reprodução)

No mercado mundial a Toyota suspendeu a comercialização de alguns veículos depois que uma comissão interna comprovou que houve fraude na validação de motores diesel. Essa fraude era referente aos números de potência e torque porém a gigante japonesa disse que se trata de dados internos e uma falha de comunicação entre as empresas. A fraude não afetaria a validação desses motores junto às autoridades. Ainda assim, o governo japonês disse que faria uma auditoria nas empresas do grupo para comprovar a fraude o que será feito nos próximos meses.

“Gostaríamos de assegurar aos nossos clientes que seus veículos não foram afetados por essas irregularidades. No entanto, pedimos desculpas por qualquer confusão ou preocupação que esse problema possa ter causado.”, finaliza a nota da Toyota.