AutoShow

Renegade, HRV, Duster, Ecosport, Tracker ou Jac T6: qual escolher?

O mercado de utilitários esportivos compactos já teve seu primeiro boom no início do século XXI, com o lançamento do Hyundai Tucson e depois com o Ecosport, que nadavam praticamente sozinhos neste segmento. Com o tempo vieram Sportage, e os maiores Veracruz, Santa Fé e Sorento. Em 2015, conforme já antecipamos desde o salão do automóvel de 2014, esse será o ano dos jipinhos, com ou sem crise.

Esta semana a Jeep iniciou as vendas do Renegade, que na versão Sport, amais barata com motor Fiat E-torq EVO Flex 1.8 de 132 e 19,1 kgfm de torque/força (a 1.500rpm) R$ 69.900, preço atrativo para um carro com linhas elegantes e atualizadas além da marca que ostenta sob o capô.

Quase ao mesmo tempo, a Honda lançou o HRV, que tem ainda mais itens de série e custa… a mesma coisa que seu grande concorrente: R$ 69.900. Além de ar, direção, rodas aro 16, conjunto elétrico, som com Bluetooth entre outros itens, o Honda se diferencia pelo kit multimídia, Brake Holder que segura o carro em aclives e ar digital com tela no painel. O motor é equivalente ao Renegade: 1,8 litro i-VTEC de 140cv mas com câmbio manual de seis marchas.

E o que vai acontecer com o Ecosport, líder do segmento? Ao que parece, o reinado acabou. Embora o Ford tenha um bom conjunto mecânico e preço atrativo a R$ 66 mil (diante do Jeep e do Honda), seu nível de equipamentos é inferior e o motor 1,6 litro não empolga. O Duster, que levava boa parte desses consumidores e tem preço até menor, a partir de R$ 59.900, mas padece do mesmo mal com motor 1,6 litro nas versões de entrada. Já o Chevrolet Tracker, surpresa desde o ano passado, é caro por R$ 87.590, e mesmo com o bom motor Ecotec 1,8, custa na ponta do lápis R$ 17 mil a mais que os novos concorrentes.

Qual escolher?

Comprar um SUV é tarefa difícil devido a grande concorrência. Mas a Matel destacou alguns itens positivos e negativos dos principais utilitários esportivos de entrada para você comparar e fazer a melhor escolha, começando pelos dois estreantes. Todas as versões de entrada incluem ABS e air bags (obrigatórios), ar condicionado, direção assistida, conjunto elétrico e sistema de som.


 

JEEP RENEGADE SPORT

Fabricado no Brasil, tem como pró um desenho bem diferente dos demais, que mistura linhas esportivas e robustas seguindo a identidade global. O motor E-torq 1.8 de 132cv é bom, mas o câmbio de cinco marchas é convencional. Vem completo e conta com direção elétrica, com rádio e função bluetooth e entrada USB, rodas de liga leve aro 16 e freios a disco nas quatro rodas. Por hora, a versão mais simples custa R$ 69.900 mas em poucos meses virá a versão mais básica por R$ 66.900. No entanto, tem baixo número de concessionários, apenas 40 atualmente, número que chegará a 100 até o final do ano segundo a FCA.renegade


 

Honda HRV

Bonito, o jipinho da Honda fica posicionado abaixo do CRV, e traz visual alinhado com seus “irmãos” japoneses. O motor 1.8 i-VTEC é excelente em qualquer rotação, e já equipa os consagrados Civic, City e Fit, e tem 140cv associado a um câmbio manual de seis marchas, mais moderno que o Jeep. Aliás o preço da versão de entrada é o mesmo e os dois veículos vão disputar palmo a palmo essa corrida rumo à liderança. Mais equipado, tem ar digital com tela touchscreen e kit multimídia na versão de entrada além de controle de tração e estabilidade de série. Ponto para ele.

Hrv


Ford Ecosport SE

Queridinha do segmento em 2014, a Eco deve perder o reinado em breve se a Ford não se mexer. De entrada (SE), ela oferece o bom motor Sigma 1.6 de 115cv Flex, mas que não é páreo para a concorrência. Além do pacote básico do segmento, traz o sistema Ford Sync de sincronização e assistência para panes. Com preço de R$ 67.900 a Ford já baixou o preço do carro no site da montadora: R$ 66.200. g_foto1_955


Renault Duster

Prestes a mudar um pouco, a Duster é conhecida pela robustez mas também pela simplicidade. Com visual já conhecido, tem motor 1,6 litro Flex 16v de 115cv, velho conhecido da marca mas que dá conta do recado. O preço inicial de R$ 59.900 parece uma pechincha mas é preciso ter cuidado. O visual é quase rústico a esse preço e não inclui nem rodas com calotas. A versão Expression, por R$ 63.400 seria a mais adequada para efeitos de comparação e nesse caso traz rodas aro 16, som com conectividade bluetooth e USB.


 

Peugeot 2008

É uma incógnita para o mercado, já que ainda não tem preços definidos. O Peugeot 2008 é feito sob a mesma plataforma do 208 produzido no Rio de Janeiro. A seu favor está o moderno motor aspirado Flex 1,6 litro de 122cv, e toda a conectividade prometida pela marca.2008

 


Jac T6 JetFlex

O Hyundai Ix-35 não entra nesse comparativo pois é considerado SUV médio, mas você pode ver no Jac T-6 uma clara inspiração no utilitário esportivo coreano. Anunciado por R$ 69,9 mil (o mesmo do HRV e Renegade) a Jac mudou o preço para R$ 75 mil, mas agora que o veículo está nas concessionárias o valor real é R$ 71.900. Custa R$ 2 mil a mais que os outros estreantes mas tem a seu favor o porte maior, o deja vu de iX-35 (na casa dos R$ 85 mil) e motor aspirado 2,0 litros JetFlex 16V de 160cv, bem mais forte que os demais. Além do pacote completo, tem bancos em couro.

t6


Chevrolet Tracker

Talvez seja o mais prejudicado entre os jipinhos do comparativo. E o motivo é o seu alto preço, motivado por boa resposta na ampla rede de concessionários da marca. Fabricado no México, o Tracker custa R$ 87.550. Justiça seja feita, os R$ 17 mil a mais que os concorrentes estão ancorados em um bom conjunto mecânico: o motor Ecotec 1.8 litro de 144cv (bebe só gasolina) faz ótimo par com o câmbio automático de seis velocidades de série. Além disso, som com kit multimídia e sistema MyLink de conectividade, somado aos sensores com câmera de ré, sistema key less que dispensa a chave no contato e bancos em couro fazem parte do conjunto. Se para você os R$ 17 mil compensam pelo pacote, o Tracker será uma boa compra


Confira também:
Sedan ou SUV: qual carro escolher para a família?

Confira esta e outras matérias em www.matel.com.br