Imagem Jumbotron

Novo Peugeot 208 vai ficar mesmo só no 1.6 aspirado mas deve inovar

Compacto virá da Argentina em setembro: veja o que já sabemos sobre ele. Por Marcos Camargo Jr

A PSA confirmou nesta semana a chegada da nova geração do 208, usando a mesma base modular já oferecida na Europa desde o ano passado e um tecnológico pacote que inclui painel digital holográfico 3D, nova multimídia e acabamento premium. 

No entanto na motorização ficará na velha receita: o EC5 1.6 aspirado flex de até 118 cv e 16,1 kgfm de torque com câmbio manual ou automático. O motor é o mesmo já usado no Citroën C3, Aircross, Peugeot 208 atual (que sai de linha) e nas versões mais baratas do Peugeot 2008 e Citroen C4 Cactus. 

Assim, não teremos o 1.2 Puretech fabricado na Europa e ainda não nacionalizado. Aliás, a versão elétrica e-GT está confirmada também mas a montadora não divulgou detalhes a respeito da novidade.

Pelo menos em termos de design o Peugeot inova. A dianteira traz uma fenda nos farois com função de iluminação por LED e conjuro ótico em três seções. Como hatch parece curto mas tem balanços dianteiro e traseiro ampliados em relação ao antigo e a traseira deve ter porta malas restrito mas adequado a sua proposta.

Em termos de preço a PSA não detalha nenhuma informação mas o atual 208 custa entre R$ 62 e R$ 72 mil. Considerando um custo de produção maior na nova plataforma e a promessa de novos equipamentos já esperados como frenagem automática, alerta de saída de faixa, podemos imaginar um preço em torno de R$ 70 mil chegando a R$ 80 nas versões completas. Gosta da linha Peugeot? Veja a avaliação do 2008 THP:

https://youtu.be/8ApVXn8Gdyg

Concorrentes prontos para a briga

A Peugeot 208 promete entrar no segmento com um carro de volume mas se trata de um mercado muito disputado. Entre os compactos de motor intermediário aspirado ele enfrentará o Volkswagen Polo 1.6 MSi (R$ 67 mil) Hyundai HB20X com o 1.6 Kappa aspirado (R$ 68,5 mil), Fiat Argo 1.3 Firefly (R$ 57 mil) e também o 1.8 AT6 (R$ 69,9 mil), Ford Ka 1.5 Freestyle (R$ 68,5 mil) e Toyota Yaris XL 1.3 (R$ 68,6 mil) já considerando todos com câmbio automático (exceto Argo 1.3). 

Diante dos compactos turbo ele terá à frente o Onix 1.0 turbo cuja versão mais cara custa R$ 75 mil mas oferece opção turbinada a partir de R$ 60 mil. Outra opção é o Hyundai Hb20 1.0 turbo Diamond que sai por R$ 76,8 mil (há opções mais baratas com o motor já a partir de R$ 62 mil) e o Polo 1.0TSI sai por R$ 76,9 mil na versão topo de linha Highline. 

Quer saber tudo sobre usados? O AutoShow está de volta com todos os cuidados para preservar a saúde de todos. Veja os anúncios de carros da linha Peugeot e anuncie o seu DE GRAÇA no site do maior evento do Brasil

Compartilhar:

Mais lidos

Imagem Media

Como transferir documento de veículos durante a pandemia?

Imagem Media

Carro novo ou usado? Qual escolher?

Imagem Media

V-Power Nitro+, Grid ou Podium: qual escolher?

Compartilhar:

Carros que você talvez gostaria:

star
GOL | GTI 2.0

1992/1992 • 2 portas • 89.411 km

12.500
star
FIT | LXL 1.4/ 1.4 FLEX 8V/16V 5P AUT.

2008/2008 • 4 portas • 59.000 km

16.000
star
CORSA | SUPER 1.0 MPFI 16V 5P

1999/1999 • 4 portas • 82.666 km

4.800
star
LOGAN | DYNA. EASYR HI-FLEX 1.6 8V

2014/2015 • 4 portas • 104.000 km

33.000
Imagem Jumbotron

Garanta já sua participação no maior feirão de Compra e Venda de carros no Brasil – AutoShow –

O Feirão AutoShow possui mais de 10 mil ofertas e milhares de compradores em busca de fechar um bom negócio. Compre ou venda já seu carro no Feirão.