AutoShow

Nova geração do Mini Cooper tem produção iniciada no Reino Unido

Versões três portas chegam com motor 1.5 e 2.0 turbo após modelos elétricos e SUvs. Por Redação

A nova geração do Mini Cooper teve a produção iniciada em Oxford, no Reino Unido nesta semana. A produção começa pela versão tradicional três portas e contou com a presença de funcionários da Mini, diretora da marca e também com Charlie Cooper, neto do lendário John Cooper, que conduziu o veículo logo após sair da linha. 


 

O novo MINI Cooper é a última geração a ser construída no Reino Unido, com todas as três fábricas do BMW Group no Reino Unido contribuindo para a produção: em Swindon são produzidas as prensas e subconjuntos para a carroceria, enquanto os motores a gasolina de três e quatro cilindros são fabricados em Hams Hall, em North Warwickshire.

Embora tenha sido lançado inicialmente em 1959 pela então British Motor Corporation (BMC), a BMW conta a história do Mini a partir de 2000 quando assumiu a produção do carro em uma geração atual. Desde então 4,4 milhões de MINIs foram produzidos na Grã-Bretanha – incluindo 150.000 modelos MINI Electric que foram produzidos entre 2019 e 2023.

Embora seja o modelo mais icônico da marca, o Mini Cooper tradicional de três portas com foi apresentado após o Mini Electric de nova geração (plataforma desenvolvida em conjunto com a GWM e compartilhada com o Ora 03 e também após o Mini Countryman. 

Nesta nova geração o MINI Cooper C e o MINI Cooper S serão oferecidos em um primeiro momento com motor 1.5 turbo três cilindros de 156cv e 23kgfm de torque ou 2.0 turbo quatro cilindros de 204cv e 30kgfm de torque.