AutoShow

Nova geração da Amarok será feita na África do Sul

Pick-up fruto da Join Venture entre Ford e VW será destinada a todos os mercados exceto China. Por Marcos Camargo Jr

A Volkswagen e a Ford trabalham juntas pela nova geração da Ranger e Amarok. As duas dividiriam a mesma base e alguns componentes, o que seria uma novidade para a picape alemã enquanto a Ford já teve outras parcerias no passado. Assim a Amarok hoje fabricada na Argentina passará a ser feita apenas na África do Sul, com exportação para mercados europeus, oriente médio e para toda a África. 

Apesar da pandemia do coronavírus a nova Amarok e Ranger terão novos motores, uma possibilidade de estrearem também versões híbridas e também elétricas, o que já está nos planos das duas marcas nesta inédita parceria. 

Novidades ainda este ano

A Volkswagen prepara para este ano o lançamento de uma reestilização da Amarok. A picape adotará um novo visual e um novo motor, uma versão mais potente do motor V6 TDI, com 258cv. 

Assim a nova Amarok que já é vendida na Argentina está a um passo (bem curto diga-se), do Brasil. Com ela virá uma pequena reestilização e novos itens de conexão como a esperada Volks Play, nova multimídia que estreia no Nivus que nós já conhecemos. 

Em ano de tantas novidades teremos neste segmento a nova Toyota Hilux seguindo o estilo já adotado na Ásia com nova dianteira e interior levemente modificado além do motor de 204cv, 27cv mais potente que o atual. Também deve estrear aqui a nova Renault Alaskan cuja produção teve o sinal verde dado pelo board da marca francesa. Mostrando força no segmento comercial a Renault deve lançar a Alaskan aqui até o final do ano.

Durante a pandemia conhecemos a nova Ranger Storm, uma versão com acessórios na cor preta assim como a Mitsubishi L200 Motorsports de igual inspiração.

A Nissan oferece no mercado também a Frontier Attack, que igualmente segue o estilo e visual com acessórios na cor preta tal qual a Chevrolet S10 Midnight que também muda em breve em um discreto facelift.