AutoShow

Nissan Serena é apresentada no Japão com tecnologia que virá ao Brasil

A Nissan lançou no mercado japonês a minivan híbrida Serena

Minivan híbrida vem equipado com sistema e-Power de 163 cv, que será vendido no mercado brasileiro. Por Felipe Salomão

Nissan Serena 2023 tem grade frontal em formato de “V”

A Nissan lançou no mercado japonês a minivan híbrida Serena. A novidade tem visual arrojado e vem equipada com sistema e-Power, que combina motor elétrico e outro a combustão. Essa tecnologia também estará presente no mercado brasileiro, quando a marca lançará um novo SUV no Brasil com esse sistema em 2023.

Traseira traz detalhes em preto com faróis dispostos na vertical com assinatura luminosa em formato de “L”

O modelo tem desenho parecido com os elétricos Ariya e Leaf 2023. Portanto, a Nissan Serena 2023 tem grade frontal em formato de “V” com faróis integrados a ela. Já a traseira traz detalhes em preto com faróis dispostos na vertical com assinatura luminosa em formato de “L”.

Por dentro, a sexta geração da Nissan Serena traz um amplo painel de instrumentos digital com uma grande central multimídia com conexão com smartphones. Também conta com ar-condicionado digital e pode transportar até seis pessoas.

Modelo tem uma ampla central multimídia com conexão com smartphones

Sob o capô, a Nissan Serena 2023 vem equipada com sistema híbrido e-Power, que traz um motor de 1.4 litro e outro elétrico, que juntos entregam 163 cv com torque de 32,1 kgfm. Também terá uma opção com propulsor de 2.0 litros, que rende 150 cv com torque de 20,4 kgfm.

e-Power no Brasil no Kicks em 2023
Essa nova tecnologia e-Power será utilizada no Kicks híbrido, que já é vendido no México. A versão híbrida não teve mudanças visuais, mas conta com motor de 1.2 litro e outro elétrico, que juntos entregam 136 cv com torque de 28,5 kgfm, que entrega menos potência do que o Nissan Serena 2023.

Modelo também terá propulsor de 2.0 litros, que rende 150 cv com torque de 20,4 kgfm

Além de prometer o Kicks híbrido para o mercado brasileiro em 2023, a Nissan anunciou um investimento de R$ 1,1 bilhão na linha de produção em Resende, no Rio de Janeiro, onde a empresa deve fabricar novos modelos ao lado do Kicks a combustão. Desta forma, há chances da montadora vender um SUV de menor porte com proposta de crossover que será posicionado abaixo do utilitário esportivo. Também trará ao Brasil o novo Sentra, que chegará ainda no primeiro semestre de 2023.

Procura um Nissan Kicks? Veja no AutoShow mais de 40.000 classificados de veículos e participe dos feirões presenciais realizados todo domingo das 7h às 13h no Expo Center Norte e Shopping ABC