AutoShow

Motos: fábricas do Brasil produziram 1,5 milhão de unidades em 2023

Vendas ficaram ligeiramente acima do esperado para o ano. Por Marcos Camargo Jr

produção da Royal Enfield em Manaus/AM (Royal Enfield Divulgação)

Produção de motocicletas superou a marca de 1,5 milhão de unidades em 2023
Vendas do segmento de duas rodas superaram as expectativas segundo a Abraciclo

Honda CG é a motocicleta mais vendida do país (Honda Divulgação)

O mercado de motos mostra uma recuperação mais forte no momento pós pandemia no Brasil. Dados divulgados ontem pela Abraciclo, que representa os principais fabricantes de motocicletas do país mostra que a produção cresceu 11,3% na comparação com 2022. Foram produzidas no Brasil 1.573.221 unidades das empresas associadas a Abraciclo.

Líder na produção de motocicletas no Brasil, Honda lidera mercado (Honda Divulgação)

No ano passado a entidade esperava chegar a 1.560.000 unidades produzidas. Assim o resultado ficou ligeiramente superior ao que a entidade esperava.
Este número foi o melhor em 10 anos para o mercado de duas rodas. “Todas as fabricantes mantiveram o ritmo de produção, apesar das dificuldades surgidas no decorrer do ano. Isso comprova o esforço do setor na busca do crescimento sólido e sustentável”, disse o presidente da Abraciclo Marcos Bento.

Motonetas representam mais de 200 mil unidades no mercado (Shineray Divulgação)

Últimos meses com crescimento mais forte
No mês de novembro foram produzidas 117.929 unidades o que representou um crescimento de 38,5% em comparação com dezembro de 2022.
Entre os segmentos de destaque as motos street representam 50,4% com mais de 680 mil unidades. O segmento de motocicletas trail representa 18,8% do mercado com mais de 250 mil unidades. O segmento de motonetas representa 15% com mais de 200 mil unidades e as scooters já representam quase 9% com 150 mil unidades.