AutoShow

Lamborghini pretende ter motor a combustão após 2030

Diferente de outras fabricantes que venderão carros apenas elétricos na próxima década, a Lamborghini ainda deve ter motores a combustão sintética em 2030

Empresa também lançará um esportivo totalmente elétrico em 2028. Por Felipe Salomão

Ainda não há informações mecânicas e nem imagens do modelo elétrico

Diferente de outras fabricantes que venderão carros apenas elétricos na próxima década, a Lamborghini ainda deve ter motores a combustão sintética em 2030, uma vez que o CEO da Lamborghini, Stephan Winkelmann, informou sobre esse assunto ao jornal alemão Welt am Sonntag. Contudo, a marca terá um esportivo totalmente elétrico em 2028. Ainda não há imagens e nem informações mecânicas sobre o modelo que está em processo de desenvolvimento.

Há combustíveis sintéticos de carvão mineral, pneus recicláveis e resíduos agrícolas

Em relação aos combustíveis sintéticos, eles são quimicamente formados por processos antropogênicos, que envolve uma reforma química com o objetivo de gerar outro combustível. Em geral são projetados para abastecer indústrias e motores de combustão interna. Também tem o menor teor de impurezas, além de ser tecnologicamente fácil e de rápido processo. Ainda tem uma queima limpa. Há combustíveis sintéticos de carvão mineral, pneus recicláveis e resíduos agrícolas como o óleo vegetal.

Proposta da Comissão Europeia é de cortar em 55% as emissões de CO2 dos veículos até 2030

Já a proposta da Comissão Europeia é de cortar em 55% as emissões de CO2 dos veículos até 2030 em comparação com os níveis atuais. Também pretende banir completamente os motores movidos a diesel ou gasolina até 2035.

Procura um carro novo? Veja no AutoShow mais de 40.000 classificados de veículos e participe dos feirões presenciais realizados todo domingo das 7h às 13h no Expo Center Norte e Shopping ABC