AutoShow

GWM adia produção nacional do Haval híbrido: entenda o motivo

Executivo confirma informação em podcast. Por Marcos Camargo Jr

Haval H6 GT (Marcos Camargo Jr)

Embora a Great Wall Motors (GWM) esteja em um momento de vendas crescentes no mercado brasileiro, uma informação recente de um dos seus principais executivos revela uma mudança de planos da gigante chinesa por aqui. As vendas do Haval começaram há um ano, o Ora 03 elétrico já aparece no ranking de carros elétricos mais vendidos enquanto a picape híbrida Poer já deveria estar em fase de lançamento.

Haval H6 (Marcos Camargo Jr)

Ricardo Bastos, diretor de relações governamentais da GWM, disse em uma entrevista ao podcast Papo de Garagem que a produção do Haval  “certamente será ainda este ano”. O executivo admitiu que a produção estava programada para maio desse ano com as primeiras entregas previstas do Haval brasileiro para o meio do ano.

Haval H6 (Marcos Camargo Jr)

Como a partir de julho os impostos para carros híbridos passam de 10% para 18% e o Haval já é um dos modelos mais vendidos do mercado a ideia é correr contra o tempo para atingir um nível mínimo de nacionalização a fim de tornar o custo do SUV mais competitivo.  

Interior do Haval H6 (Marcos Camargo Jr)

Segundo Bastos “a picape [Poer] ainda está no plano, mas será o segundo modelo a entrar em produção”. Isso confirma a prioridade para o Haval que teve 10.703 unidades vendidas em 2023, um número interessante para oito meses de vendas do SUV híbrido.