Imagem Jumbotron

Fiorino ambulância? A história da Fiat à serviço da saúde

Primeiras transformações nasceram com um dos primeiros modelos da marca, o Fiat 12hp. Por Marcos Camargo Jr

Nesta semana a Fiat anunciou o lançamento da Fiorino Ambulância, veículo destinado a remoções mais simples que usa a base da Fiorino vendida no mercado brasileiro.

Esta simplicidade de um veículo que dispensa equipamentos como desfibriladores, respiradores, monitores cardíacos entre outros remonta às origens da Fiat em sua divisão de veículos comerciais. 

Se hoje a Fiorino adota caçamba com piso naval e revestimento ABS com ambiente climatizado o mesmo não se pode dizer dos seus veículos no passado. 

No Brasil a antiga Fiorino com base no Uno foi extensamente usada como ambulância em kits especificos. Alguns veículos foram leiloados e vendidos por peças ou para colecionadores e não há registro de ambulâncias circulando por aí.

O Fiat 147 teve na versão City a primeira pick-up transformável para ambulância o que ocorreu raramente especialmente nas versões com janelas amplas. A Fiat Panorama também foi convertida em veículos para fazer remoções mais simples.

Nesta foto de Gustavo Zanin de Oliveira divulgada na internet há uma Fiat Panorama em plena atividade no interior de Minas Gerais. Pela imagem se trata de um dos últimos modelos fabricados em 1986.

E na história?

A Fiat usou diversos utilitários convertidos para ambulâncias ao longo da história. O Fiat 15 TER em 1913 foi o primeiro veículo ambulância com equipamentos específicos que se tem notícia. O motor era um quatro cilindros grande de 38cv e o veículo foi amplamente usado na primeira guerra Mundial. Antes do 15 TER o Fiat 12hp também teve uma unidade convertida em ambulância em 1901 como mostra a primeira imagem acima.

O Fiat 618 Coloniale lançado em 1937 também teve muitas versões destinadas a veículos de serviço mas durou pouco tempo. Inicialmente ele era um veículo familiar mas após a II Guerra muitas unidades foram convertidas para atuar no esforço de guerra. Apesar do tamanho o motor 1.600cc desenvolvia apenas 25cv e alcançava 38km/h.

O Fiat 626 também foi largamente empregado como modelo militar de emergência. 

O Fiat 1500L era uma versão muito utilizada como veículo de serviço e que lançado em 1961 foi usado em muitos países como ambulância. O motor 1.481cc tinha 72cv de potência. Vendido em países como Itália, Inglaterra, França e Alemanha fez sucesso. Recebia como alteração um teto elevado e banco lateral, respiradores e suporte de oxigênio.

A perua 638 lançada em 1967 foi produzida até 1983 e também foi amplamente usada como ambulância até sair de linha para dar lugar à linha Ducato que surgiu em 1981. O motor da 638 era o 1,4 a gasolina de 52cv nas primeiras versões e nos anos 1980 deu lugar ao motor diesel.

A Ducato é uma velha conhecida dos brasileiros embora na Europa ela seja ainda mais longeva
prestes a fazer também 40 anos. Junto com a Renault Master, Peugeot Boxer e Citroen Jumper que pertencem ao mesmo projeto, são veículos muito empregados como ambulância nos dias de hoje.

Gosta de carros antigos? Visite o AutoShow Collection, maior evento de veículos antigos e especiais do país com uma programação voltada aos fãs do automobilismo. Veja a programação do Collection no site oficial.

Compartilhar:

RSS
Facebook
Twitter
LinkedIn

Mais lidos

Imagem Media

Carro novo ou usado? Qual escolher?

Imagem Media

Comissão do Senado aprova fim dos carros a gasolina no Brasil

Imagem Media

Prós e contras Jeep Renegade Limited 2020

Compartilhar:

RSS
Facebook
Twitter
LinkedIn

Carros que você talvez gostaria:

Imagem Jumbotron

Garanta já sua participação no maior feirão de Compra e Venda de carros no Brasil – AutoShow –

O Feirão AutoShow possui mais de 10 mil ofertas e milhares de compradores em busca de fechar um bom negócio. Compre ou venda já seu carro no Feirão.