AutoShow

Fiat Topolino está de volta! E agora elétrico por menos de R$40 mil na Europa

Motor elétrico pequeno e autonomia é para pequenso deslocamentos com estilo retrô. por Marcos Camargo Jr

Sucesso entre os italianos a partir de 1937 o Fiat Topolino foi o primeiro carro verdadeiramente de alto volume na marca. Depois ele teve uma segunda fase que durou até 1955 quando foi lançado o Nuova 500, outro ícone.

Topolino 1937 (Fiat Divulgação)

Derivado do Citroën Ami (se trata do mesmo projeto), os italianos já podem comprar o Fiat Topolino por R$ 39 mil (7.544 euros). Esse valor corresponde a metade do preço de um hatch compacto brasileiro embora esse carrinho seja apenas apto a circular nas cidades e não nas estradas. Lembre-se que na Europa ele é um quadriclo, um veículo recreativo e não um carro familiar multipropósito.

Topolino 2024: projeto do Citroën Ami com logo e identidade Fiat (Fiat Divulgação)

O Topolino é uma nova geração de carros urbanos feitos para apenas dois passageiros e tem motor de 8cv e bateria de lítio de 5,5kwh e uma autonomia para rodar 75km por recarga.

Topolino tem 2,53m de comprimento, menos de 1m em relação ao Mobi e Kwid (Fiat Divulgação)

Parece pouco mas ele é bem pequeno com apenas 2,53m de comprimento, apto a estacionar nas vagas perpendiculares como já foi no passado com os 500 e 600 além do próprio Topolino antigo.
Já existem 10.000 pedidos para esse carro só na Itália. Há um plano de entrada de 2.582 euros e 48 parcelas de 39 euros mensais o que dá cerca de R$ 200 por mês.

Topolino interior (Fiat Collection)

O Fiat Topolino é uma homenagem a um dos primeiros carros de volume da marca italiana. Lançado em 1937, tinha um pequeno motor de 500cc e 13cv e alcançava 85km/h o que era muito na época para um veículo de entrada. Teve inúmeras versões e saiu de linha em 1955 para a chegada do Nuova 500 que faria história pelo desenho único e estilo adotado nos anos 1950.

História de um clássico

Topolino em 1939 quando já era um sucesso de vendas (Fiat Divulgação)

O Topolino era uma ideia do início dos anos 1930 que efetivamente chegou ao mercado em 1937. Com visual aerodinâmico, tinha a dianteira destacada como os carros da época e tinha motor de 569cm3 e 13cv suficientes para chegar a 85km/l e consumia apenas 1 litro a cada 16km.

Furgoncino fez sucesso para pequenas entregas nas cidades (Wikimedia Commons)

Fez tanto sucesso que pouco tempo depois seria lançada a versão Forgoncino, para levar até 300kg de carga, muito útil nas vilas italianas e em toda a Europa onde começava a chegar. Até a segunda guerra estourar de fato em 1939, foram mais de 120 mil unidades produzidas.

RAio X do Topolino: motor dianteiro arrefecido a água (Fiat Divulgação)

Após 1946, chegava ao mercado o 500B com 16cv e chegava até a 95km/h. Estreava também a perua Giardinera com perfil familiar, o terceiro de uma família de modelos compactos.

Giardinera nos anos 1950: Fiat Divulgação

No final de 1949 estreava um novo estilo para o Topolino, mas a Fiat iniciava o desenvolvimento de uma nova família de carros acessíveis que daria origem ao Nuova 500 que estrearia na metade dos anos 1950. Era o tempo do Topolino sair de cena com mais 520 mil unidades produzidas.