AutoShow

Fiat deve manter produção do 500 híbrido após pressões na Itália

compacto deve ficar em linha após baixa aceitação do modelo elétrico. Por Redação AutoShow

Fiat 500 híbrido (Fiat Divulgação)

Embora a Europa seja um dos mercados mais promissores para os carros elétricos, algumas fabricantes encontram grandes dificuldades na aceitação dos seus veículos reabastecidos na tomada.


A Fiat tem sido pressionada pelos sindicatos italianos, associações de concessionários e também pelo próprio consumidor a lançar uma nova versão do 500 híbrido deixando o 500e elétrico um pouco de lado. 

Modelo é produzido na Itália (Fiat Divulgação)

A aceitação do híbrido leve hoje disponível é o dobro do motor elétrico por uma razão simples: o preço. 

Painel da versão híbrida (Fiat Divulgação)

O 500 híbrido leve custa hoje 17.700 euros, cerca de R$ 95 mil enquanto o 500e elétrico sai por elevados 29.950 euros, cerca de R$ 160 mil, a iminente finalização do modelo híbrido leve pode levar a um desemprego em massa na fábrica de Mirafiori onde o carro é produzido. 

Modelo custa 17 mil euros hoje (Fiat Divulgação)

De acordo com o site Automotive News, a Fiat está trabalhando em um novo motor híbrido para dar continuidade ao modelo atual. O híbrido leve já é oferecido no entanto os planos audaciosos de redução de emissões levarão ao fim da versão atual deixando só a elétrica. 

Fiat 500e vendido no Brasil (Marcos Camargo – AutoShow)

Porém a capacidade da fábrica está muito subutilizada atualmente. O plano era que a Fiat produzisse ao menos 90 mil veículos na Itália mas o volume ficou em torno dos 70 mil. Com o fim de uma versão importante do 500 esse volume cairia ainda mais. 

Fiat 500e Abarth (Fiat Divulgação)

A Fiat não tem muitas opções para o capô do Cinquecento a não ser o 1.2 de 100cv ou mesmo do 1.0 Firefly conectado a um motor gerador. Porém essa mudança não será fácil enquanto a versão atual segue em linha com data para acabar a Fiat acelera o desenvolvimento de novos motores mais ajustados ao que o consumidor pede e pode pagar.

fechar