AutoShow

Este é o novo Jeep Avenger híbrido que pode ser o sucessor do Renegade no Brasil

SUV compacto tem sistema híbrido leve e 136cv com tração integral. Por Redação

A Jeep está lançando comercialmente na Europa o Avenger 4xe, versão híbrida que mostra como serão carros da Stellantis no Brasil dentro de pouco tempo. O 4Xe é a mesma sigla dos modelos híbridos plug-in como é o caso do Compass que temos importado da Europa. Porém, a sigla do Avenger significa outra solução: o que a Stellantis chama de micro-híbrido.
No Avenger o motor é 1.2 turbo de 136cv junto com dois motores elétricos com tração integral, por isso o “4xe”.

O SUV da Jeep tem apelo para o fora de estrada com para-choques reforçados, grade mais robusta e protetores de radar e de farois em posição elevada.

Visivelmente mais alto o Jeep Avenger 4Xe tem suspensão elevada em 10cm, ângulo de ataque de 22°, ângulo de inclinação de 21° e um ângulo de saída de 35 graus.
O motor 1.2 é um turbo três cilindros como o T200 porém maior e com 136cv combinado com motores de 28cv extras em cada eixo. A potência combinada não foi divulgada nem mesmo o torque e o câmbio é um dupla embreagem de 6 velocidades.

O Avenger 4Xe tem tração integral sob demanda e diversos modos de condução graças ao Select Terrain que propõe os modos Sport, Sand, Mud, Snow e Auto. Até mesmo os pneus mais borrachudos All Terrain 3PMSF são feitos para melhorar a performance fora de estrada do Avenger.

O sistem “micro-híbrido” é na verdade um híbrido puro quando o motor a combustão está sempre ligado aos elétricos mas de bateria pequena o que não permite muita autonomia elétrica mas ajuda a reduzir o consumo de combustível.
Este sistema que a Jeep espera difundir na Europa deverá ser nacionalizado. Inclusive a Stellantis admite que já testa o Avenger no Brasil estudando assim um substituto futuro para o Jeep Renegade que ainda seguirá em linha por alguns anos.