AutoShow

DETALHES da nova Montana 2023: motor, ficha técnica e preços

A chegada da Chevrolet Montana ao mercado mostra uma estratégia da marca para combater produtos que vem crescendo nas vendas

Novidade quer brigar no preço com a Fiat Toro e tirar clientes das versões automáticas da Strada. Por Marcos Camargo Jr.

Modelo traz faróis afilados e uma ampla grade frontal

A chegada da Chevrolet Montana ao mercado mostra uma estratégia da marca para combater produtos que vem crescendo nas vendas. É o caso da Fiat Toro, das versões automáticas da Strada além da Renault Oroch e até da Ford Maverick, a mais cara entre as Pickups sem chassi do mercado. Feita sobre a plataforma do Tracker e desenvolvida no Brasil, a nova geração da Montana traz novidades como a caçamba versátil, a mecânica conhecida e design arredondado para tirar clientes desses produtos que já estão no mercado.

Chevrolet Montana Premier é vendida por R$ 140 mil

Ao vivo, conhecemos os detalhes da nova Montana para perceber mais detalhes da utilitária que se propõe a ser um carro versátil de passeio, tendência de mercado que vem brigar especialmente com os modelos da Fiat. É como um “SUV de caçamba” que será produzido em São Caetano do Sul/SP para ampliar as vendas da marca onde já estão modelos como Onix, Onix Plus e o Tracker.

Modelo conta com acessórios para separar a carga

A nova Montana usa a plataforma GEM e cresceu de tamanho: agora são 4,72m de comprimento, 1,80m de largura, 1,62m de altura e aproximadamente 2,57m de entre-eixos.

Modelo mede 4,72 m de comprimento

No design a GM trabalhou em prol de linhas mais fluidas e arredondadas especialmente no pára-choque e capô. A Montana 2023 tem vincos mais suaves, faróis afilados que na verdade são DRLs e mais abaixo, em
proporção maior, estão os faróis além do farol auxiliar. Em um desenho mais retilíneo a nova Montana destaca também a caçamba de 874 litros de capacidade.

Modelo traz rodas com acabamento escurecido de 17 polegadas

Caçamba versátil
É justamente na caçamba que está o maior trunfo da Montana até agora. Pensando no perfil do cliente familiar que usa a pick-up para viagens e para todas as demandas do dia a dia a GM equipou a Montana com 20 possibilidades de acessórios para a caçamba. Além da capota com abertura elétrica (semelhante à solução oferecida na Ford Maverick), ela tem itens como divisor de bagagens, prateleiras e bandejas multi-função para acomodar melhor os objetos na caçamba.

Modelo tem 2,57 m de entre-eixos

Feitos em plástico rígido texturizado, ela aposta na versatilidade para se destacar no segmento em que está ingressando agora com a nova geração da pick-up. De série a Montana traz o acabamento lateral da caçamba e a abertura da tampa com amortecimento enquanto santantonio e demais itens são vendidos como acessórios.

Interior conta com multimídia MyLink de 8 polegadas com conexão com Android Auto e Apple CarPlay

Interior semelhante ao Tracker com mudanças
A Montana tem o mesmo perfil de acabamento do SUV Tracker. Bancos, plásticos de acabamento e botões de acionamento bem como os comandos e o volante são os mesmos. Mas há dois avanços sendo o mais importante a integração do painel analógico com porção central digital tendo ao lado alguns botões que o separam da multimídia MyLink de 8 polegadas em uma única peça.

Modelo traz apoio de braço e costura dos bancos na cor branca

Outra mudança é a textura dos plásticos usada na cobertura do painel imitando um aplique em couro costurado enquanto as forrações de porta trazem couro no apoio dos braços. Há pequenas mudanças na textura da forração que recobre os alto-falantes mas basicamente o perfil de acabamento já é bem conhecido dos clientes da Tracker.

Pick-up conta com separadores para transportar diversos tipos de carga ao mesmo tempo

O motor será mesmo o 1.2 turbo de 133cv e 21kgfm de torque combinado com câmbio automático de seis marchas usado no Tracker. Porém, segundo a GM, a calibração do motor e principalmente do câmbio são diferentes na Montana especialmente pelo fato de conseguir levar mais peso o que muda a necessidade de distribuição de força em algumas situações.

Chevrolet Montana LTZ sai por R$ 134 mil

O lançamento efetivo da nova Montana será no primeiro trimestre de 2023 onde teremos contato dinâmico com a novidade da GM que chega em duas versões: LTZ (R$ 134,4 mil) e Premier (R$ 140,4 mil) que ilustra essa matéria. Veja os principais equipamentos das duas versões já apresentadas.

Modelo conta com controle de estabilidade, controle de tração e seis airbags

Chevrolet Montana LTZ 1.2 turbo AT6 (R$ 134.490): seis airbags (dois frontais, dois laterais e dois de cortina), controles de estabilidade e tração, central multimídia MyLink de 8 polegadas com sistema de concierge e rastreamento OnStar, internet sem fio a bordo, câmera de ré, chave presencial, sensor de estacionamento traseiro, rodas de liga leve de 17”, entre outros.

Caçamba tem capacidade de 874 litros

Chevrolet Montana Premier 1.2 turbo AT6 (R$ 140.490): acréscimo de ar-condicionado automático digital de uma zona, alerta de ponto cego, faróis full LED, bancos revestidos de couro, carregador de celular por indução e acabamento escurecido nas rodas de 17”.

Procura uma Chevrolet Montana? Veja no AutoShow mais de 40.000 classificados de veículos e participe dos feirões presenciais realizados todo domingo das 7h às 13h no Expo Center Norte e Shopping ABC