AutoShow

Como comprar e vender um carro particular, quais os cuidados e passo a passo?

É comum pessoas trocarem de carro diretamente nas concessionárias. O proprietário entrega o seu carro atual como parte do pagamento e sai da loja com outro veículo bem mais novo. No entanto, sabemos que as concessionárias costumam avaliar o carro antigo por um valor bem abaixo do mercado.

Sendo assim, a saída seria negociar diretamente no particular. Mas quais os cuidados que deveremos tomar para evitar problemas com estas transações? No artigo de hoje, vamos comentar o passo a passo do processo de compra e venda de automóveis. A partir de agora, você não será mais surpreendido no momento de realizar a transferência do veículo. Continue lendo e confira!


O ANÚNCIO É O PRIMEIRO PASSO

Apesar de cobrar um considerável valor para intermediar o processo, as concessionárias possuem uma confiabilidade maior em relação ao bem que você pretende transacionar. É possível voltar à loja, por exemplo, para realizar uma reclamação. Os particulares não oferecem as mesmas garantias. Ainda assim, como a questão financeira é bastante relevante nestas situações, é possível se prevenir para tudo sair conforme o combinado.
ANUNCIAR

O primeiro passo é anunciar ou procurar um automóvel em feiras especializadas, classificados de jornais e de portais específicos. A partir deste momento, se inicia uma negociação com uma pessoa que você não conhece, portanto é importante tomar alguns cuidados.

ALGUNS CUIDADOS ANTES DA COMPRA

No caso dos compradores, é muito importante verificar as condições dos veículos, detalhadamente, antes de concretizar a transação. Verifique se a pintura, os para-choques e o teto estão simétricos. Bater com o dedo na lataria também pode te fazer perceber um barulho diferente, que pode significar uma recomposição após colisões.

Cheque também a autenticidade dos documentos, que devem possuir alto-relevo nos contornos. Compare o número do chassi que consta no documento com o dos vidros e da placa. Confira também no site do Detran se existem pendências que não foram quitadas.

Passo-a-passo para comprar um carro usado – #LeiaMais

COMO REALIZAR A TRANSFERÊNCIA DO VEÍCULO?

ALU1Se, após todos estes cuidados, as duas partes entrarem em acordo e decidirem concretizar a transação, o segundo passo é a assinatura da Autorização para Transferência de Propriedade de Veículo (ATPV), que também é conhecida como Documento Único para Transferência (DUT). Este documento é entregue em branco para todos os proprietários de carros novos.

Para aqueles que desejam vender seus veículos, é importante ressaltar que o DUT só deve ser assinado quando você se certificar que receberá o valor que foi combinado. Indicamos que o documento seja transmitido ao comprador somente após a verificação de que o dinheiro entrou em sua conta bancária, ou que o cheque foi compensado sem problemas. Nunca entregue o DUT em branco para despachantes, corretores ou para o comprador. O DUT (ou ATPV) fica no verso do Certificado de Registro de Veículo (CRV).

4 dicas para fazer transferência de carro – #LeiaMais

PREVINA-SE MESMO APÓS TER RECEBIDO O DINHEIRO

Após receber a quantia acordada, o vendedor preenche o verso do CRV. Neste espaço deve constar o valor da transferência e os dados do comprador. Em seguida, o vendedor deve se dirigir a um cartório para reconhecer firma das assinaturas.

No cartório também deve ser realizada a cópia autenticada do CRV, para o vendedor se resguardar que houve uma transação. Isto é muito importante para se preservar de multas ou eventuais ilegalidades que possam ser cometidas com o veículo após a venda, caso o comprador demore a realizar a transferência. Se ocorrer um atropelamento, por exemplo, você pode comprovar que este veículo não te pertence mais.

Finalmente, é preciso ir ao Detran de seu estado, com a cópia autenticada do comprovante de transferência de propriedade. Cada estado exige uma série de documentos diferentes nesta etapa. É preciso se informar de acordo com a sua região. Entretanto, não se esqueça de que o prazo para comunicar a venda ao Detran é de 30 dias. Caso não cumpra, haverá cobrança de multa e você ainda perde de cinco pontos na carteira de habilitação.

 Onde comprar e vender carros usados? – #LeiaMais

Desconfie sempre de veículos sendo vendidos por preços muito baixos. Caso se sinta inseguro, leve alguém de sua confiança para participar da negociação. No caso de venda, prefira transferências bancáriasLembramos que a forma mais segura de vender o carro é a seguinte: comprador e vendedor vão ao banco fazer a transferência juntos onde o vendedor deverá se certificar que o dinheiro está disponível. Vale lembrar que ao invés de aceitar cheque ou DOC o melhor é receber o valor transferido via TED.  Com o dinheiro creditado e disponível, ambos devem ir ao cartório onde o DUT será assinado libertando o veículo para transferência.

Com estas medidas, certamente seus riscos serão reduzidos no momento de realizar uma transação com um particular.


VOCÊ ESTÁ EM BUSCA DE UM VEÍCULO?
vEJA AS ÚLTIMAS OFERTAS DO FEIRÃO AUTO SHOW
maxresdefaultVEROFERTAS