AutoShow

Citroën Jumper: 30 anos de sucesso após longa história em veículos comerciais

Jumper 2024 (Citroën Divulgação)

A Citroën sempre se destacou no desenvolvimento de veículos comerciais na Europa e está celebrando 30 anos do Jumper. Lançado em 1994, o Jumper é atualmente um dos modelos mais vendidos do segmento e remonta a tradição dos clássicos modelos comerciais franceses. 

Esse sucesso começou nos anos 1930 com a Traction Pick-up, derivado do Avant, primeiro carro com tração dianteira do mercado. 

A sequência se deu nos anos 1950 quando na esteira do 2CV, a Citroën lançou várias versões comerciais com caçamba e baú e sempre desenvolveu veículos ágeis para transportes urbanos. 

Mas o lançamento da primeira minivan média da Citröen, que tinha ampla experiência em veículos de carga urbanos se deu em 1981 e não em 1994. Era o Citröen C25, projeto conjunto com a Fiat e a Peugeot. Em 1987 começavam os projetos para uma evolução que chegaria apenas em meados dos anos 1990.

Lançada em 1994, a Citroën Jumper esta completando 30 anos de mercado. Assim como Fiat Ducato, Peugeot Boxer e Citroën Relay (no Reino Unido). Com bom coeficiente aerodinâmico, amplo espaço interno e várias possibilidades de carroceria, o utilitário vinha equipado com motor a gasolina e diesel de 2.5 litros aspirado ou turbodiesel com três válvulas por cilindro, adequado para cargas pesadas. Ao todo, o modelo era vendido em 58 versões entre modelos para passageiros, van executiva, campeã e furgões. 

Em 2002 o Citroën Jumper ganhou um novo desenho e motor 2.2 litros HDi turbodiesel de injeção direta e motor 2.0 litros bicombustível a gasolina/GNV. Além disso, foi o primeiro modelo desse segmento a oferecer um banco do motorista com amortecimento variável, câmera e sensores de ré.

Quatro anos depois, em 2006 o Citroën Jumper foi renovado com novos degraus integrados ao para-choque. O utilitário também ganhou versão de até 17 m³. Também tinha tração dianteira, o que permitiu carregar 3,5 toneladas. Sob o capô, tinha motores diesel HDi de 100, 120 e 157 cv.

Em 2014, o Citroën Jumper ganhou luzes diurnas com LED, tela sensível ao toque com sistema de navegação GPS, Bluetooth e USB, além de receber sistema Stop & Start. Por fim, ganhou motores e-HDi. 

Neste ano, o Citroën Jumper ganhou uma versão elétrica e outra com novo propulsor alimentado por célula de combustível de hidrogênio que deve chegar em breve com autonomia de quase 500 km. Hoje no Brasil, o Citroën Jumper é vendido na versão L3H2 Furgão, L3H2 Cargo e L2H2 Cargo. Sob o capô, há motor 2.2 litro turbodiesel Blue HDi de até 140 cv.