AutoShow

Autoshow: o que os fabricantes estão fazendo para produzir mais baterias de carros elétricos

Em um futuro que os carros elétricos irão ampliar a presença de mercado, as montadoras e empresas de tecnologia pretendem acelerar a produção de baterias com novos complexos industriais

BMW abrirá nova linha de montagem nos EUA e Mazda e Panasonic negociam parceria para novas baterias. Por Felipe Salomão

Montadora alemã investiu US$ 700 milhões para construir a nova linha de montagem de baterias – Foto: BMW/Divulgação

Em um futuro que os carros elétricos irão ampliar a presença de mercado, as montadoras e empresas de tecnologia pretendem acelerar a produção de baterias com novos complexos industriais. Recentemente, a BMW anunciou que irá abrir uma nova fábrica nos Estados Unidos e a Mazda e Panasonic negociam para projetarem juntas novas baterias para carros eletrificados. A maior fabricante de baterias do planeta, a CATL comunicou que irá criar um centro de reciclagem de baterias.

Mazda e a Panasonic Energy estão em negociação para uma parceria de longo prazo – Foto: Mazda:Divulgação

O BMW Group anunciou que iniciou a construção de uma fábrica de montagem de baterias de alta tensão em Woodruff, na Carolina do Sul, nos Estados Unidos. Por lá, serão produzidas baterias de sexta geração para abastecer os veículos da marca. Ao todo, serão criados mais de 300 postos de trabalho com o novo complexo industrial. A montadora alemã investiu US$ 700 milhões para construir a nova linha de montagem de baterias.

Marca japonesa tem acordo com a Envision AESC para o fornecimento de baterias até 2027 – Foto: Mazda:Divulgação

Segundo a fabricante, a bateria terá células de íons de lítio redondas recém-desenvolvidas, projetadas especificamente para a sexta geração da tecnologia BMW eDrive. Esse sistema promete aumentar a densidade de energia em mais de 20% e melhorar a velocidade de carregamento e alcance em até 30%. 

Carros da Mazda devem receber as baterias da Panasonic na próxima década – Foto: Panasonic/Divulgação

Já a Mazda e a Panasonic Energy estão em negociação para uma parceria de longo prazo, que prevê desenvolver novas baterias para os carros da montadora. Caso a união entre as empresas saia do papel, os modelos da Mazda devem receber as baterias da Panasonic na próxima década. É importante lembrar que a fabricante japonesa tem acordo com a Envision AESC para o fornecimento de baterias até 2027.

CATL irá criar vários locais de reciclagem de baterias na Europa e nos Estados Unidos – Foto: CATL/Divulgação

A CATL, que é a maior fabricante de baterias do mundo, comunicou que criará vários locais de reciclagem de baterias na Europa e nos Estados Unidos. A companhia chinesa pretende ampliar a cadeia de suprimentos de baterias, indo da produção até a reutilização. De acordo com a empresa, atualmente é possível recuperar mais de 99% do níquel, cobalto e manganês de uma célula da bateria e 90% do lítio.

BYD Dolphin lançado recentemente no Brasil – Foto: Marcos Camargo Jr.

Por enquanto, o Brasil não tem produção local de baterias para carros elétricos. No entanto, no norte do país, há inúmeras reservas de metais que são úteis para a produção de eletrônicos e de baterias. Porém, há entraves ambientais para a exploração desses locais especialmente no norte do país. Em Minas Gerais, há 45 jazidas de lítio no Vale do Jequitinhonha, e há um projeto para viabilizar a exploração dessas reservas pelas empresas fabricantes de carros eletrificados. No caso de Minas, não há – por enquanto – entraves ambientais para essa exploração, diferente no norte do país onde há reservas em parques nacionais ou próximas de áreas de preservação.

Procura um carro novo? Veja no AutoShow mais de 40.000 classificados de veículos e participe dos feirões presenciais realizados todo domingo das 7h às 13h no Expo Center Norte e Shopping ABC