AutoShow

Assim como o AutoShow, GM e Volkswagen vão à internet para vender carros

Montadoras lançam novos projetos nesta semana. Digitalização é tendência no setor. Por Marcos Camargo Jr

Em mais um passo rumo à digitalização a Chevrolet e Volkswagen lançam nesta semana uma nova modalidade de vendas on-line que tem sido cada vez mais comum entre as montadoras. Seguindo também a tendência das lives que são um sucesso no Feirão AutoShow há quatro anos, as duas montadoras inauguram novas plataformas de vendas on-line.

No caso da Chevrolet por meio de uma Live Store, é possível assistir a todos os detalhes do veículo em vídeos ao vivo todas teças e quintas, entre os horários das 10h, 14h e 16h. Os consumidores podem interagir em tempo real com os apresentadores e tirar dúvidas ao vivo. O suporte também pode ser feito pelo WhatsApp onde entra a rede de revendas conforme a região do interessado. Esta é mais uma iniciativa da marca que já tem loja virtual no Mercado Livre.

Já a Volkswagen lança o projeto e-store, uma loja virtual onde é possível configurar e comparar versões do veículo, aprovar financiamento e pagar sinal totalmente online.

Também há suporte de atendimento via Whatssap e formalização do pagamento de sinal fixado em R$ 999. No entanto a entrega não será na casa do cliente, que deverá escolher um ponto de venda e agendar a entrega do veículo.

Iniciativas semelhantes já existem em marcas como a Hyundai, Caoa-Chery e a Nissan onde o carro tem entrega agendada na casa do cliente.

No caso do AutoShow, os eventos de domingo são transmitidos em Live há quatro anos. A iniciativa é líder em audiência no setor de varejo no país e alcança pouco mais de 100.000 pessoas por semana. No evento, os carros são apresentados aos clientes que solicitam ofertas diretamente pelo site.