AutoShow

Aos 64 anos, Mini Cooper dá mais um passo para ser apenas elétrico

Modelo chega em nova geração feito em parceria com chineses da Great Wall Motors. por Marcos Camargo Jr

Mini Cooper EV chega em duas versões ao mercado (BMW Divulgação)

Aos 64 anos de vida a Mini foi conhecida por modelos compactos de alto desempenho especialmente na linha John Cooper Works. Depois de uma transição para o grupo BMW há mais de 20 anos agora a Mini está encerrando o processo de transição para os modelos 100% elétricos da marca. A marca antecipou hoje o visual e alguns detalhes do Cooper e Countryman agora 100% elétrico enquanto os modelos a combustão vão saindo de cena.

traseira com desenho da lanterna em formato bumerangue (BMW Divulgação)

Com visual clássico mantido o novo Cooper traz uma linguagem mais moderna na dianteira de linhas arredondadas. Já a traseira traz uma lanterna nova em formato de bumerangue, recurso incomum na linha e que parece destoar do conjunto .

painel com nova multimídia de 9,4 polegadas (BMW Divulgação)

Denominado Cooper EV, o compacto traz algumas evoluções como head up display como única forma de mostrar informações sobre o carro e uma nova tela de 9,44” do sistema Mini Operating System 9 que é compartilhada com o Countryman.

Countryman se descola do Mini no design e ganha estilo próprio (BMW Divulgação)

Há duas versões para o motor elétrico da Mini: um com 183cv e 29kgfm de torque e outra mais potente de 217cv e 33,6kgfm de torque. Há duas opções de bateria: uma com 40,7kwh de 305km (WLTP) e outra de 54,2kwh com 402km no mesmo ciclo. Uma curiosidade é que a nova plataforma “Spotlight EV” desenvolvida com a Great Wall Motors chinesa.

Evento ocorre todos os domingos no Shopping Center Norte pela manha das 7h às 13h (AutoShow Divulgação)

Buscando um Mini Copper usado ou qualquer outro esportivo importado? Visite aos domingos o Feirão AutoShow. São mais de 2.000 ofertas em dois eventos simultâneos: Shopping Center Norte em SP e Shopping ABC em Santo André.